Depressão e a Microbiota Intestinal

2 julho, 2020

Por favor, leia até o final!


A conexão entre a microbiota intestinal e o cérebro é bidirecional, e se dá por três principais vias:

1. Neuroimune -- através de resposta imunológica e liberação de substâncias inflamatórias. 

2. Neuroendócrina -- através de hormônios.

3. Neuronal -- através de neurotransmissores.


Do ponto de vista imunológico, a depressão e o estresse diminuem a ação do sistema imune, predispondo a estados inflamatórios exacerbados e a "invasão" de toxinas e bactérias através da barreira intestinal.
Além disso, a microbiota intestinal está relacionada a modulação e produção de substâncias neuro ativas, como a serotonina, dopamina, noradrenalina e o ácido gama amino butírico (GABA). Substâncias essas que, em desequilíbrio, podem causar a depressão


"Quem surgiu primeiro, o ovo ou a galinha?" 

Essa grande pergunta, ainda não foi elucidada.

Não se sabe se as alterações começam nos neurotransmissores e desregulam a microbiota, o caminho inverso, ou os dois simultaneamente. 

Porém, sabemos que o cuidado com as duas frentes: saúde mental e saúde intestinal, é extremamente importante para o equilíbrio, a homeostase.


Final importantíssimo:
A depressão é uma doença psiquiátrica, portanto, precisa de acompanhamento médico e tratamento com medicação.


Seja responsável com a sua saúde!

 

Higiene anal, tão óbvio. Será?

12 maio, 2020